Lição #2 de 3

Os Requisitos para Triplicar seu valor...

...que aprendi ao longo do últimos anos!

Por: Denisson Vieira

Do Escritório da MindMaster - Santo André - SP



Na primeira lição eu expliquei para você a importância de entender a lei da Oferta e da Procura. Se você ainda não leu a Lição #1, sugiro fortemente que leia antes de prosseguir… 

(Clique aqui para acessar a lição #1)


Tudo começa por aí... não adianta NADA se especializar em alguma coisa que não tem procura no mercado.


Enfim, é essa lei da oferta e da procura, que regula o valor de tudo no mercado, inclusive do seu salário.


E ela naturalmente nos leva a dois grandes grupos de pessoas:

  • #1 - Grupo:  Da grande maioria, que está desatualizada e que, consequentemente, não ganha o suficiente para levar a vida que gostaria...
  • #2 - Grupo:  De uma pequena minoria, que ganham mais do que precisam para viver

Pra muita gente, participar do grupo 2 parece surreal... mas não é!


Os Métodos Ágeis estão em crescimento ainda no Brasil, e é possível se transformar em um profissional do Grupo #2 usando os Métodos Ágeis como seu diferencial no mercado.


Se você ainda não faz parte do grupo #2, mas gostaria de elevar seu padrão de vida, viajar para onde quiser na férias sem se preocupar com os gastos, estudar onde quiser, comprar o que quiser…


...preste atenção no que vou dizer agora:

Você precisa REALMENTE ENTENDER os fundamentos dos métodos ágeis! E se especializar em, pelo menos, 2 deles.


Conhecimento superficial de muitas coisas vale menos do que conhecimento profundo de poucas, e certeiras, coisas.


Grave isso!


Eu comecei a ter sucesso quando comecei a me especializar em poucas coisas que realmente importava para o mercado.

Estudo ao máximo somente o que é necessário!

"Você precisa estudar para ser alguém na vida."


Quem nunca ouviu isso?


De certa forma, não está errado. Mas tem um efeito colateral nisso que pode mais "atrasar" a vida da pessoa do que "acelerar".

 

O sucesso profissional de uma pessoa não depende da quantidade de livros que ela leu, da quantidade de cursos que ela fez, ou da quantidade de coisas que ela estudou...


...depende DE QUAIS livros ela leu, QUAIS cursos ela fez e QUE coisas ela estudou.


Se você quiser comprovar isso, basta olhar a quantidade de pessoa com mestrado, doutorado (ou até mesmo pós doutorado) que sofrem para pagar as contas no fim do mês enquanto tem gente que nunca precisou defender uma tese de mestrado na vida e ganha 5 vezes mais.

Questione sempre sua especialização

Você se especializou em algo que o mercado realmente está precisando?


Tenho um conhecido que dedicou boa parte da vida dele estudando e pesquisando sobre algoritmo de indexação para sites de busca (defendeu uma tese de mestrado sobre isso).


Ele entende muito do assunto, dedicou anos de sua vida estudando isso e é um grande especialista.


Mas tem só um pequeno problema…

...o mercado não precisa disso. Já existe o Google :)

 

Ele só aplicaria o que estudou se arrumasse um emprego no Google, e para isso disputaria uma vaga com engenheiros de software do mundo inteiro.


(só para constar, ele não trabalha no google…)


Imagina só como deve ser para a pessoa perceber que perdeu noites de sono, perdeu momentos importantes com sua família, investiu seu dinheiro e suor para estudar coisas que nunca vai usar na vida!

Tire as certificações certas

Que o mercado hoje em dia pede Ágil para todo lado você já sabe. Se você já pesquisou vagas de emprego atualmente você já sabe do que estou falando.


E muitas vagas pedem certificação.


Existem dezenas de certificações no mundo ágil. Mas o mercado realmente reconhece  somente algumas delas.


Tem gente que perde muito tempo com certificações que não vão fazer diferença nas suas carreiras. Logo, a pessoa joga tempo e dinheiro fora tirando elas.


Tem certificação que são caras demais para tirar ou para manter. Como tem alternativa mais barata e com reconhecimento do mercado, quem tira a certificação cara também joga dinheiro fora.


E tem gente que tenta a certificação com o melhor custo/benefício, porém estuda materiais inadequados e não passa. Novamente, joga dinheiro fora.


Mas tem ainda uma coisa pior do que errar na certificação.


SPOILER: Na próxima lição vou detalhar as melhores certificações pra você tirar.

Cuidado com os "Modismos"

Os pássaros não vão a faculdade aprender toda a teoria da aerodinâmica para depois voarem. São os teóricos que, observando como os pássaros voam na vida real, formulam as teorias para explicar o "fenômeno". E, depois, ensinam estas teorias nas faculdades.


A prática, o mundo real, acontece primeiro. A teoria vem depois. E, por conta disso, aparecem milhares de "novas teorias" para explicar aquilo que sempre aconteceu na vida real.


Isso explica porque toda hora aparece uma nova "moda de gestão". Normalmente são novas teorias para as mesmas coisas.


Recentemente eu escrevi um texto onde dizia que Ágil nada mais é do que bom senso. É o bom senso daqueles que já praticavam este modelo de gestão antes e só não sabiam que algum dia alguém daria um nome pra isso.


Aliás, um nome só não. Vários nomes.


Você já deve ter visto esta figura do guarda-chuva do Manifesto Ágil:

Existem vários "métodos ágeis"!


Que nada mais são do que várias formas (leia-se teorias) diferentes de gerenciar projetos ou produtos.


Agora eu te pergunto:

  • Você acha que precisa aprender todas elas?
  • Precisa se especializar em tudo isso?

É claro que não!


Já ouviu falar de Cynefin? Se pronuncia Quenévim (sic)... É um framework para gestão de mudanças que vezes ou outra é mencionado no mundo ágil mas que na prática fará pouca (ou nenhuma) diferença na sua carreira. 


Particularmente, nunca vi até hoje uma vaga que pedisse isso (muito menos um case documentado de alguma empresa com resultados quantificáveis desta abordagem).


Mas… dependendo do guru, ou do fórum de agilistas que você seguir, pode surgir alguém falando de Cynefin e você pode cair na armadilha de achar que isso é muito importante e

perder tempo se especializando em algo que nunca vai usar.


Agora você deve estar se perguntando:


- Tá. Existem centenas de coisas pra estudar, todo hora surge uma coisa nova. Como faço pra saber o que vale a pena se especializar o que não vale a pena?

Como saber o que estudar?

Não existe uma fórmula mágica. Não tem como prever o futuro e descobrir qual método ou ferramenta vai ser mais demandada no futuro.


Mas existe uma frase do Nassim Taleb que pode ajudar com isso:


"O tempo é o melhor juiz".


Procure se especializar nas teorias que resistem ao tempo e continuam sendo altamente demandadas pelo mercado.


O que está a mais tempo no mercado e que ainda está em alta (ou em crescimento)?


Desta forma, o que recomendo que se especialize no momento é:

  • Scrum e
  • Kanban

O Scrum é usado por mais de 68% das empresas no mu ndo. Seguido do kanban, que nasceu há muitos anos na linha de produção da Toyota e sua adaptação moderna por David Anderson (chamado de Método Kanban) já é o segundo método ágil mais utilizado.


Não tente aprender nada antes de dominar estes 2 métodos.


Na próxima lição eu vou explicar melhor pra você como se especializar nestes 2 métodos, e porque este é o melhor caminho para você trilhar.


Enquanto isso, comente abaixo o que achou...

Copyright - MindMaster Treinamentos

contato@mindmaster.com.br